ESEL Formação

Candidaturas Curso de Mestrado em Enfermagem

Os candidatos que pretendam obter a especialização em Enfermagem, devem formalizar a sua candidatura ao curso de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem.

Os candidatos selecionados para a frequência dos Cursos de Pós-Licenciatura de Especialização serão automaticamente também matriculados no Curso de Mestrado, sem qualquer encargo adicional de emolumentos de matrícula e propina, na respetiva área de especialização, com exceção dos que, no ato da matrícula, declararem, que apenas pretendam frequentar o curso de Pós-Licenciatura.

No caso dos estudantes que declararem, no ato da matrícula, que não pretendam frequentar o curso de Mestrado, os mesmos não poderão vir a transitar posteriormente para aquele.

A frequência exclusiva do curso de Mestrado não confere o título de especialista.
 

Edital - Curso de Mestrado em Enfermagem 

Nos termos do disposto no Decreto-Lei nº 107/2008 de 25 junho e do Despacho nº 1345/2010 publicado em Diário da República, II série, nº 13 de 20 de janeiro, faz-se público que se encontra aberto concurso para candidatura ao curso de Mestrado em Enfermagem, com início no ano letivo 2019-2020 de acordo com as seguintes vagas, condições, procedimentos e prazos constantes do Anexo I. 

  1. Vagas

Vagas para o curso de Mestrado em Enfermagem, por área de especialização:

Enfermagem Comunitária – vinte e cinco (25) vagas:

a)       Dez (10) vagas para candidatos licenciados em Enfermagem, ou equivalente legal;

b)      Quinze (15) vagas para os candidatos que sejam admitidos por concurso aos cursos de Pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem Comunitária.

Enfermagem Médico-cirúrgica – setenta e cinco (75) vagas, distribuídas da seguinte forma:

-Área de Intervenção de Enfermagem Oncológica – 25 vagas

-Área de Intervenção de Enfermagem Nefrológica – 25 vagas

-Área de Intervenção de Enfermagem à Pessoa Idosa – 25 vagas

a)       Dez (10) vagas para candidatos licenciados em Enfermagem ou equivalente legal;

b)     Quinze (15) vagas para os candidatos que sejam admitidos por concurso aos cursos de Pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem Médico-cirúrgica nas respetivas vertentes.

Enfermagem de Reabilitação – vinte e cinco (25) vagas:

a)       Dez (10) vagas para candidatos licenciados em Enfermagem, ou equivalente legal;

b)   Quinze (15) vagas para os candidatos que sejam admitidos por concurso aos cursos de Pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem de Reabilitação;

c)      Os Titulares de Curso de Pós-Licenciatura em Enfermagem de Reabilitação concluído na ESEL e ou nas ex-escolas que lhe deram origem, poderão ser admitidos como supranumerários até ao limite de dois (2).

Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria – vinte e cinco (25) vagas:

a)       Dez (10) vagas para candidatos licenciados em Enfermagem, ou equivalente legal;

b)    Quinze (15) vagas para os candidatos que sejam admitidos por concurso aos cursos de Pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem Infantil e Pediatria. 

Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria – vinte e cinco (25) vagas:

    a) Dez (10) vagas para candidatos licenciados em Enfermagem ou equivalente legal;

    b)Quinze (15) vagas para os candidatos que sejam admitidos por concurso aos cursos de Pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria.
 

Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica – vinte e cinco (25) vagas, para candidatos licenciados em Enfermagem ou equivalente legal.

Gestão em Enfermagem – vinte e cinco (25) vagas, para candidatos licenciados em Enfermagem, ou equivalente legal.

As vagas atribuídas ao curso de Mestrado em Enfermagem que não forem supridas reverterão a favor das vagas dos cursos de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem.

  1. Condições de Acesso

Ao curso de Mestrado em Enfermagem podem concorrer os candidatos que satisfaçam as seguintes condições:

a)       Ser titular de uma licenciatura em Enfermagem ou equivalente legal, obtido em instituição de ensino superior portuguesa;

b)     Ser titular de um grau académico superior estrangeiro em Enfermagem conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a esse processo (documento e/ou tradução em língua portuguesa ou inglesa, exclusivamente).

2.1. A frequência exclusiva do curso de Mestrado não confere o curso de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem.

2.2. Os candidatos admitidos ao curso de Mestrado, que não satisfaçam os requisitos da portaria nº 268/2002, de 13 de março, não poderão transitar para o curso de Pós-Licenciatura, mesmo que venham a satisfazer as condições previstas nas condições de acesso.

2.3. O Mestrado em Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica habilita à concessão do Título de Especialista em Enfermagem Médico-cirúrgica, desde que os titulares deste Mestrado cumpram os requisitos da portaria nº 268/2002, de 13 de março, nomeadamente, ter pelo menos dois anos de experiência profissional como enfermeiro.
 

  1. Constituição do processo de candidatura

3.1. Candidatura online em www.esel.pt no prazo constante do Anexo I, submetendo os documentos previstos em 3.5.

3.2. A candidatura está sujeita a emolumentos, nos termos do ponto 1.2.2 da tabela de emolumentos em vigor nesta Escola, por área de especialização.

3.3. A candidatura a diferentes áreas exige uma formalização e processo independentes e pagamento dos respetivos emolumentos.

3.4. A candidatura é apenas válida para o ano letivo 2019-2020.

3.5. Para a realização da candidatura devem ser submetidos os seguintes documentos:

3.5.1.  Apresentação do documento de identificação (Cartão de Cidadão; Bilhete de Identidade ou Autorização de Residência) e Nº de Identificação Fiscal;

3.5.2.  Cédula profissional ou declaração comprovativa da inscrição na ordem dos enfermeiros válida (fotocópia simples);

3.5.3.  Certidão comprovativa da titularidade do grau de Licenciado em Enfermagem, indicando a respetiva classificação final, ou do seu equivalente legal, ficando os ex-estudantes da ESEL ou das ex-escolas que lhe deram origem dispensados da sua apresentação;

3.5.4.  Certidão comprovativa do tempo de serviço e experiência profissional como enfermeiro, discriminando a categoria profissional e o tempo de exercício na mesma (emitida em língua portuguesa ou inglesa, exclusivamente).
 

4.    Procedimentos e Prazos

Os prazos a considerar são os que constam do Anexo I do presente Edital.

 

5.    Seriação e Seleção

5.1.   A seriação e seleção dos candidatos respeitará sequencialmente os seguintes critérios:

1º Tempo de experiência profissional;

2º Tempo de experiência na área de especialização a que se candidata.

5.2.   Se após a aplicação dos parâmetros de seriação enunciados se verificar uma situação de empate aplicar-se-ão sucessivamente os seguintes critérios:

1º Ter feito a licenciatura na ESEL ou nas Ex-escolas que lhe deram origem;

2º Maior nota final da licenciatura;

3º Maior idade.

5.3.   Na área de especialização à Pessoa em Situação Crítica, doze (12) vagas serão afetas prioritariamente a enfermeiros provenientes de instituições de saúde que tenham Protocolos de Formação com a Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (Anexo II), no máximo de uma (1) vaga por instituição, sendo os candidatos ordenados por ordem decrescente de classificação.

5.4.   Na área de especialização de Gestão em Enfermagem, quinze (15) vagas serão afetas prioritariamente a enfermeiros provenientes de instituições de saúde que tenham Protocolos de Formação com a Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (Anexo II), no máximo de uma (1) vaga por instituição, sendo os candidatos ordenados por ordem decrescente de classificação.

5.5.   A seriação e seleção será realizada por um júri nomeado pelo Presidente da ESEL, sob proposta do Conselho Técnico-Científico.

6.         Reclamações

6.1.   Do resultado da seleção divulgado em lista provisória, poderão os candidatos apresentar reclamação, devidamente fundamentada, no prazo constante do Anexo I, presencialmente no Núcleo de Serviços Académicos, sito na Avenida Prof. Egas Moniz ou via correio eletrónico: academica@esel.pt, dirigida ao Presidente da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa.

6.2.   Serão liminarmente indeferidas as reclamações não fundamentadas ou as que forem apresentadas fora de prazo.

6.3.   Quando, na sequência da aceitação de uma reclamação, um candidato venha a ficar situado na lista ordenada em posição de colocado, tem direito a colocação, mesmo que para tal seja necessário criar vaga adicional.

6.4.   A publicação da lista definitiva dos candidatos admitidos ocorre no prazo constante do Anexo I.
 

7.    Formalização da Matrícula e Inscrição

7.1.   Os candidatos admitidos deverão proceder à matrícula e inscrição no período previsto no Anexo I para este efeito.

7.2.   A formalização da matrícula obriga à autenticação dos documentos previamente submetidos mediante prova dos documentos originais e pagamento dos respetivos emolumentos de acordo com a tabela em vigor.

7.3.   Caso algum candidato admitido desista expressamente da matrícula e inscrição ou não compareça a realizar as mesmas, o Núcleo de Serviços Académicos, no dia útil imediato ao do fim do prazo das matrículas e inscrições, convocará para a matrícula e inscrição o candidato seguinte na lista ordenada, até esgotar as vagas ou os candidatos, através de correio eletrónico.

7.4.   Os candidatos convocados terão um prazo improrrogável de três (3) dias úteis, após a receção da notificação por correio eletrónico, para procederem à sua matrícula e inscrição.

8.    Propinas e emolumentos:

8.1.   Cursos de Mestrado em Enfermagem nas áreas de especialização de Enfermagem Comunitária, Enfermagem Médico-cirúrgica, Enfermagem de Reabilitação, Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria, Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria e Gestão em Enfermagem.

8.1.1.      Matrícula – ver ponto 2.3 da tabela de emolumentos 

8.1.2.      Seguro – 12 Euros

8.1.3.      Propina – 3.750 Euros (que poderá ser dividida em 15 prestações mensais de 250 Euros).

8.2.   Curso de Mestrado em Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica

8.2.1.      Matrícula – ver ponto 2.3 da tabela de emolumentos

8.2.2.      Seguro - 12 Euros

8.2.3.      Propina – 3.750 Euros (que poderá ser dividida em 15 prestações mensais de 250 Euros).

8.2.4.      Certificação em Suporte Avançado de Vida – 250 Euros[1].

8.2.5.      Certificação em Suporte Avançado de Vida em Trauma – 250 Euros1.

8.2.6.      Certificação em Suporte Básico de Vida DAE – 60 Euros1.

8.3.   A propina pode ter descontos, nos termos e condições previstas nos regulamentos em vigor e disponíveis em www.esel.pt.

9.      Horário de funcionamento

Os cursos terão início a 7 de outubro, funcionarão com uma carga horária mínima de 15 horas e máxima de 25 horas semanais:[2] das 16h às 21h distribuídas por três (3) dias úteis.

Os períodos de Ensino Clínico funcionarão com uma carga horária mínima de 25 horas semanais.

 


[1] Quando solicitado serão atribuídas equivalências a estes cursos desde que válidos e certificados pelas seguintes entidades:

-         Conselho Português de Ressuscitação;

-         INEM;

-         Associação Portuguesa de Enfermeiros de Urgência;

-         Society of Trauma Nurses;

-         Outras entidades reconhecidas pelas anteriores;

-         Outras entidades reconhecidas pelo M.E.C.;

[2] O horário poderá ser alterado de acordo com as necessidades do Projeto de Formação.

 

PROCEDIMENTOS PRAZOS
Afixação do edital de candidatura 08/04/2019
Candidatura exclusivamente online 06/05/2019 a 14/07/2019
Afixação dos resultados da seleção – lista provisória 29/07/2019
Apresentação de reclamações 28/08/2019 a 11/09/2019
Publicação da lista definitiva dos candidatos admitidos 17/09/2019
Matrícula e inscrição online 20/09/2019
Confirmação da matrícula – entrega da documentação “cópia conforme original” Em data a definir pelos serviços
Início do curso 07/10/2019